sábado, 18 de dezembro de 2010

GUARDA MUNICIPAL SUA POLÍCIA ADMINISTRATIVA

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro, esta passando por uma inovação já mais vista, podendo ser destacado a integração e os esforços em conjunto dos órgão Federal, Estadual e Municipal unidos com o propósito de prover não só um local seguro mas buscar manter todos os serviços plenos, pois iremos sediar em nosso País grandes eventos como Copa do Mundo e as Olimpíadas, e sem dúvida isso deixará um grande legado para a nossa cidade e todos os cidadãos. Mas para isso, dependemos da união e colaboração de todos para que tudo de certo.

As mudanças sempre nos causa ansiedade e ao mesmo tempo receio, mas mudança sempre acontece e temos que fazer que esta mudança seja boa e melhor para todos os envolvidos, para que possamos não só crescer mas evoluir como sociedade.


Órgãos envolvidos:


GM-RIO/Academia da Guarda Municipal
USP/ Universidade de São Paulo
ID Projetos
Casa Civil/RJ
Academia da Guarda Municipal com seu corpo Técnico esta corroborando com a mudança dentro do que é solicitado. É sabido que encontra-se em seu corpo de Instrutores, na sua maioria profissionais Pós Graduados e Graduado o que eleva a excelência do trabalho.






Leandro Piquet Carneiro possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1988), especialização em métodos quantitativos de pesquisa pelo ICPSR, Universidades de Michigan (1992 e 1993) mestrado em Ciência Política pelo IUPERJ (1990) e doutorado em Ciência Política pela mesma instituição (1998). Pesquisador visitante do Taubman Center da JFK School of Government (2007) é professor doutor do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo e pesquisador do Núcleo de Pesquisas em Políticas Públicas (NUPPs) da mesma universidade.

Membro de conselho editorial da Revista Opinião Pública do CESOP, Universidade Estadual de Campinas, tem experiência na área de ciência política, com ênfase em estudos quantitativos sobre o crime e a violência. Foi pesquisador do ISER no Rio de Janeiro entre 1991-1998, onde foi um dos fundadores do Núcleo de Pesquisa daquela instituição e posteriormente coordenador do Programa de Pesquisa em Segurança Pública e Direitos Civis. Nesse período, participou como pesquisador do projeto comparativo Atitudes e Normas Frente à Violência na América Latina , da Organização Pan-Americana de Saúde (1996-97), do estudo Magnitude e Custos Econômicos da Violência , desenvolvido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (1997-98) e ainda do estudo comparativo Determinantes da Violência na América Latina . Iniciou suas atividades docentes na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, em 1995 e em 1997 iniciou seu programa de pós-doutorado no Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo e em 2000 tornou-se professor da mesma instituição. É pesquisador principal do projeto temático FAPESP Democracia e Governo Local desde 1997.

Orientou cinco dissertações de mestrados concluídas e atualmente orienta quatro teses de doutorado e três de mestrado. Publicou 14 artigos em periódicos nacionais e internacionais e 12 capítulos de livros no Brasil e no exterior nos últimos dez anos. Entre os quais se destacam os capítulos Democratic consolidation and civil rights: Brazil in compartive perspective , pela Universidades de Londres em 2003 e La Criminalidad en las Regiones Metropolitanas de Rio de Janeiro e São Paulo; Factores Determinantes de la Victimizacíon y Políticas Públicas , pela editora Alfa-Omega (México); e os artigos Liderança Local, Democracia e Políticas Públicas no Brasil publicado na Opinião Pública ; Estudio Multicéntrico sobre Actitudes y Normas Culturales frente a la Violência na Panamerican Journal Of Public Health; Modelos de Competição em eleições legislativa no Brasil , na revista Dados. Coordenou a Pesquisa de Vitimização de São Paulo (2003) no Instituto Futuro Brasil (IFB) e atualmente coordena o fórum "Um Novo Repertório de Estratégias Frente ao Crime e a Violência na América Latina no Instituto Fernando Henrique Cardoso".

Capitã da Polícia Militar de São Paulo,Tânia Pinc é Mestre e Doutoranda pelo Departamento de Ciência Política da Universidade de São



A ID faz o mapeamento de competências críticas para o negócio com uma metodologia aplicada à empresa, conduzindo comitês com especialistas das diversas áreas. As competências refletem conhecimentos, habilidades e atitudes relevantes que impactam nos resultados da empresa.
Elas são a base para estruturar ações de treinamento e desenvolvimento de pessoas e equipes.

Paulo – DCP/US
Vamos fazer o nosso melhor!

Um comentário:

  1. A Gm rio e seus integrantes estão de parabéns cada vez crescendo mais.

    ResponderExcluir